quarta-feira, janeiro 14, 2009

A culpa não é SÓ dele.

Tô lendo demais o Don em seu blog a "Culpa é dela." http://www.culpadela.blogspot.com E os homens realmente acham que a culpa é sempre DELAS. E viajando nas histórias do blog, deparei-me em situações parecidíssimas com as dele. O engraçado é que assumindo posições de "o homem da história." Sim. Me acho mais bem resolvida que certos homens.

Certa vez saindo com o Marcinho, o capial*, nos encontramos em uma situação de um chove-não-molha chato pra caralho. E então amassos, amassos e porra! Anda logo com isso, me tira daqui, vamos pra outro lugar.O capial me olha com cara de nã-sei-o-que-fazer e eu olho com cara de "aja". Ele pensa, pensa e depois de sair uma mágica idéia daquela cachola, me leva para o carro. O amigo dele dormindo no carro não nos incomodaria não, jamais.Engano meu! O rapaz afoito do banco de trás pergunta: Posso participar da festa?Eu: NÃÃÃÃÃO,PORRA.Vou embora com cara de-quem-não-fez-nada e ele tenta despistar o amigo tentando garantir algo pra noite. O amigo dele se recusou e disse que tava com sono e queria dormir.Ele veio no carro falar comigo: Mais tarde te pego em casa, pode ser?Eu: Não, obrigada.Ele olhou com cara de nosso-lance-é-só esse e solta uma pérola: Então você quer o que, madame? Andar de mão dada e ir ao cinema?Eu respondo com classe: Não, meu bem. Isso seria um desafio e um descaso à minha intelectualidade.Ele com cara de desentedido: Intelectualidade?!Eu fechei o vidro, fui embora, liguei o som em Janis e acendi um Gudang.
A culpa é do amigo dele.


*As identidades são preservadas, claro. LoL

Um comentário:

Isa Mozzer disse...

Dani... Não entendi. =/