quarta-feira, outubro 28, 2009

altruísmo;

ao crescer vou descobrindo que a razão da maioria das minhas lágrimas foram porque eu deixei as pessoas pisarem em mim. sempre aguentei calada as coisas à minha volta. por medo, talvez por gentileza, por altruísmo. por me conhecer como me conheço agora, aguentar calada não vai ser mais uma das minhas qualidades. vou gritar, vou berrar e mostrar a minha chateação mesmo. e que sim, foda-se o resto, sabia? porque ninguém se importou muito em me trair, ninguém se importou muito em falar mal de mim ou me passar para trás.
and, welcome to the jungle.

Um comentário:

Raysla Camelo disse...

Enfim, eu te entendo.
Também cansei de engolir sapos que não mereço, estava inchada, quase explodindo. E hoje eu não tenho mais nenhum pudor em explodir minha boca em palavras que expressem o meu sentimento. Ser egoísta às vezes faz bem, pena que a gente tem essa mania de ser tolerante.