sexta-feira, junho 08, 2007

Dia dos namorados


Eu não recomendo que você prossiga a sua leitura.
Os meus posts "carência" são cheios de coisas absurdas, inutilidades e insatisfações. Mal sabem vocês, que eu sou a criaturinha mais dengosa, carente e manhosa que existe em todo o planeta. Se chegou até aqui, prepare-se! Coisas piores virão.
Chegando aquele bendito dia que você mais detesta no ano: O dia dos namorados.
Propagandas no rádio, na TV, nos jornais, nas revistas, nos banners nos banheiros públicos, outdoors... Enfim, parece que a publicidade gosta mesmo de massacrar o nosso lado afetivo e carente.

"Flores, cestas de café da manhã, propagandas de motéis, promoções nos rádios, patinação no gelo... Jantares à dois, iates com jantar à luz de velas, barcos com o melhor e maior do romance. Drive-ins, amassos no carro, ursinhos, roupas bonitas de presente... Lingerie, brinquedinhos eróticos, uma surpresinha inusitada, um cineminha, um pôr-do-sol, andar de patins no parque, andar de bicicleta, pedalinho, paintball, rolar na grama, fazer nada... Enfim."

Você talvez espera que esteja namorando pra curtir essa magia tão idiota... Sim! É idiota porque talvez eu nunca tenha curtido essa coisa tão gostosa... Nunca alguém pra preparar um café da manhã na minha cama. Nunca alguém pra encher o orkut de fotos minhas... Nunca alguém pra escrever "aquele depoimento" pra fazer chorar, ou pelo menos cair uma lagriminha. Nunca alguém pra viajar pro mato, ver cachoeira, andar descalço. Mesmo sem nada de presente nenhum! Pra que presente? Não há nada melhor que o amor no mundo inteiro. E é sério! Eu tenho uma pontinha de inveja daquelas moças paparicadas e cheias de mimos pelos seus namorados.

O pior é que eu descubro depois, que muitas daquelas moças, são cheias de frescuras e são tão enjoadas quanto sei-lá-o-que. Mas me vejo muitas vezes no lugar delas.... Tentando ser uma namorada melhor a cada dia, não sei.
Sei de uma coisa também: Devo parar de ser tão idiota.
E como nunca tive essas sortes mesmo... Tô nem aí.






Mentira. Tô muito aí. [Falei que eu ia falar bobeira....]
Conselho: Tem namorado(a)? Não pense no término não viu? Viva o agora! E não meça o preço do presente. Capriche! A pessoa que você ama, merece.

2 comentários:

Menina disse...

O Amor acontece qdo a gente menos espera...pelo menos comigo foi assim...20 anos esperando por um namorado, tem base?!
Qto ao querer e não querer...a gente nunca ta satisfeito com nossa atual situação, essa é a verdade!
adoreeei seu blog!
ah eu vi que vc me linkou, mas nunca deixou coments no meu, apareça por lá!
e vou te linkar, ok?!


beeejo =]

Isa Mozzer disse...

Óóóóóóóó

Daanihh, bom, não q isso sirva de consolo, mas somos iguais nesse sentido. Sem tirar nem pôr.